Pela segunda vez, nos últimos seis meses, o saldo de geração de empregos em Formiga fechou no vermelho. Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).
Além do mês de junho, quando foram registradas 692 admissões e 734 demissões, com um saldo negativo de 42 empregos gerados, em março deste ano os números foram ainda piores, com 667 empregos gerados e 734 baixas em carteiras de trabalho, com uma variação de -0,42%.
O resultado negativo do mês passado foi puxado pelos setores de construção civil com saldo de 98 demissões e indústria de transformação com 9.
Mesmo assim, os primeiros seis meses de 2013, em Formiga, foram positivos na geração de trabalho. Ao todo foram gerados 4.702 empregos, enquanto 4.431 pessoas foram demitidas, um saldo positivo de 271 e variação de 1,72%.
Geração de emprego em MG
No Estado, a geração de empregos em junho continuou positiva, com um saldo de 28.064 e variação de 0,66%. Os setores com pior desempenho em Minas são a indústria de transformação que admitiu 33.014, mas demitiu 35.881, extrativa mineral, com 978 empregos gerados e 1.284 baixas em carteiras e construção civil com 33.122 admissões e 33.309 demissões.
Na contramão dos maus resultados, está o setor de serviços que só no mês passado empregou 67.434, com um saldo positivo de 3.767 empregos gerados

print
Comentários