Nesta segunda-feira (20), teve início, em Formiga, a 8ª Mostra Cinema e Direitos Humanos na América do Sul. O evento contou com a presença de um seleto grupo de expectadores, no Josué’s Cine Vídeo e foi aberto pelo Grupo Além do Véu sob a direção de Dora Smith, o qual apresentou três coreografias da dança do ventre.
Em seguida, foi composta a mesa de honra pelo curador da mostra e presidente das entidades realizadoras, o 7ª Arte Cine Clube Formiga e o Clube Literário Marconi Montoli (CLMM), Paulo José de Oliveira, pelos cineastas Rubens Câmara, Joe Basílio e pelo presidente da Associação dos Amigos da Cultura da Cidade de Formiga ? AACCF, Guilherme Moreira.
Na sequência foi exibido o filme Hiper Mulheres, e finalizando realizou-se a Roda de Conversa contando com a participação de Joe Basílio, Fernando Antunes, Dênis Palhares, Cleber Antônio, Guilherme Moreira, Thayná Vieira e Paulo José, quando o grupo presente falou do filme, da importância do Cine Clube e dos trabalhos que poderão ser desenvolvidos na área na cidade de Formiga.
No dia 21 de janeiro, no mesmo horário e local, serão exibidos os mesmos filmes. Nos dias 27 e 28 de janeiro, às 19h30, também no Josué’s Cine Vídeo, serão exibidos o curta Brasília Segundo Feldman (1979), de Vladimir e o longa As Hiper-Mulheres (2011), de Takumã Kuikuro, Carlos Fausto e Leonardo Sette.
Nos dias 31de janeiro e 1º de fevereiro, às 19h30, no Salão Paroquial Sagrado Coração de Jesus, será a vez da exibição do longa Doméstica (2012), do pernambucano Gabriel Mascaro e ?Kátia? com direção de Karla Holanda, 74 minutos.

print
Comentários