A Secretaria de Saúde em Formiga está acompanhando três casos suspeitos da nova gripe. Os pacientes estão em quarentena e com boa evolução do quadro, sendo acompanhadas por profissionais da saúde, por meio de visita domiciliar e contatos por telefone.
Segundo informou a coordenadora de Epidemiologia, Juliana Silva Castro, a quarentena é um período de sete dias, que é o tempo provável para transmissão do vírus. ?Nos casos de Formiga, os pacientes, por estarem em um quadro estável, permanecem em casa, fazendo uso de proteção respiratória. Nesse período o paciente não deve receber visita, deve fazer uma boa higienização das mãos após contato com secreção respiratória, além de outros cuidados?, contou.
Juliana tranquiliza a população. ?Não há motivo para desespero, pois esta é uma virose na qual os infectados se recuperam rápido, como numa gripe comum, a não ser em casos nos quais as pessoas desenvolvem complicações. Quem tem mais possibilidade de desenvolver as complicações, são as pessoas que se enquadram nos grupos de fatores de risco?, afirma.
Na próxima semana, médicos e enfermeiros da Secretaria de Saúde participarão de uma oficina de capacitação de atendimento a casos suspeitos. As orientações para as pessoas que apresentarem os sintomas é que procurem o Pronto Atendimento Municipal.
Informações sobre a doença

A Influenza (H1N1) é uma doença respiratória aguda, transmitida principalmente por meio da tosse ou do espirro e de contato com secreções respiratórias de pessoas infectadas.
Sintomas da doença
Febre, tosse, dor de cabeça, dor muscular e nas articulações e dificuldade respiratória. Os sintomas podem iniciar após dois dias do contágio e podem durar em torno de três a cinco dias.
Fatores de Risco para complicação
*idade: inferior a 02 ou superior a 60 anos de idade;
*imunodepressão: por exemplo, pacientes com câncer, em tratamento para AIDS
*uso regular de medicação imunossupressora;
*condições crônicas: por exemplo, hemoglobinopatias, diabetes mellitus; cardiopatias,
*pneumopatias e doenças renais crônicas
*gestação
Medidas Preventivas
É importante destacar que a adoção de medidas de precaução deve estar sempre associada a outras medidas preventivas, tais como:
-Freqüente higienização das mãos;
-Utilizar lenço descartável para higiene nasal;
-Cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir;
-Evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca;
-Higienizar as mãos após tossir ou espirrar;
-Evite aglomerações e ambientes fechados;
-Manter os ambientes ventilados.

print
Comentários