Por Priscila Rocha

O atleta formiguense Gabriel Martins Silveira é o mais novo jogador aprovado pelo Cruzeiro Esporte Clube. O adolescente, de 13 anos, conquistou uma vaga na categoria de base da Raposa.

A trajetória de Gabriel no Cruzeiro teve início no ano passado. Atleta do projeto “Formando Cidadãos Através do Esporte”, do professor Thiago Dantas, o jogador estava sendo monitorado pela Raposa desde o segundo semestre de 2018, realizando os treinamentos na categoria sub-12. “Todo mês na data agendada Gabriel ia para Belo Horizonte participar dos treinamentos no clube”, informou Thiago.

Desde janeiro, quando completou 13 anos, Gabriel subiu para a categoria sub-13 onde o clube deu continuidade ao monitoramento do formiguense. No sábado (8) Thiago foi comunicado pelo time que Gabriel foi aprovado, por unanimidade, pela comissão técnica juntamente com os responsáveis pelo Departamento de Captação de Atletas.

Foto: Divulgação

O atleta que atua na posição de 2º volante se apresentou nessa terça-feira (11) na Toca da Raposa I.

Para Thiago, determinação e comprometimento definem Gabriel. “Foram 12 meses de muito empenho e trabalho exaustivo para que o nosso grande objetivo fosse concretizado. Gabriel demonstrou muita vontade e persistência nos treinamentos, além de humildade e dedicação. Meus sinceros agradecimentos aos pais do atleta pela confiança e credibilidade no meu trabalho. É mais do que merecido tudo que está acontecendo na vida dele. É apenas o início, pois, tenho plena consciência de que obstáculos maiores ainda estão por vir, mas, permanecendo com atitude e personalidade como sempre teve e perseverando, não tenho dúvidas que tudo dará certo na vida dele. Gabriel terá um futuro brilhante e promissor no futebol”, disse.

Formando Cidadãos Através do Esporte

Gabriel e Thiago (Foto: Divulgação)

O projeto de Thiago Dantas foi criado em setembro de 2018 e é desenvolvido na escolinha de futebol do educador físico.

Atualmente, o projeto atende 50 alunos entre 7 e 13 anos. As aulas ocorrem em três turmas nos períodos matutino e vespertino.

Thiago conta com ajuda dos pais dos alunos e patrocinadores para manter o projeto. As aulas são ministradas na quadra da Asadef.

O projeto  que já foi desenvolvido em Córrego Fundo, Pains e Piumhi, não conta com nenhum tipo de ajuda do poder público.

IMPRIMIR