Nesta terça-feira (23), por volta das 18h, a Polícia Militar da cidade de Arcos, em patrulhamento de rotina, se deparou com uma moto, no bairro Calcita, próximo ao posto Teixeirinha. Ao notar a presença da polícia, a passageira da moto escondeu entre suas pernas um objeto. Imediatamente foi dada ordem de parada ao condutor formiguense T.A. da S, de 23 anos, que tentou fugir.
Segundo a PM, foi feito bloqueio policial e os ocupantes do veículo caíram. Os militares precisaram de reforço e usaram de força física para deter os suspeitos. Ao realizarem busca pessoal na passageira V.P da S, de 33 anos, foram encontradas no cós de sua calça pedras de crack de tamanhos diferenciados. A droga pesava 43,95 gramas e estava envolvida em um plástico preto.
Os acusados já têm passagem pela polícia por tráfico de drogas, conforme consta nos boletins de ocorrência de número 3696/09 e 3738/09. A polícia foi até a casa da suspeita, lá, foi abordada a irmã dela, C.P da S, de 27 anos. Após uma busca detalhada pela casa foram encontrados documentos, roupas e objetos pessoais do condutor da moto. A PM apreendeu celulares, dinheiro, uma cédula de dólar, dois chips e um cordão aparentando ser de ouro.
Os três suspeitos foram levados até o hospital para avaliação médica e depois foram conduzidos à delegacia de Polícia Civil juntamente com o material apreendido. O condutor é inabilitado e a moto foi removida.

Confissão
V.P.da S não escondeu a culpa. ?Sou viciada. Estava mesmo com a droga. Eu ia pro mato fumar?, confirmou a moça. Ela disse que a irmã não tem culpa nesse caso. Ambas são de Goiás e vieram para Arcos em busca de trabalho. A suspeita manifestou vontade em parar com o vício. ?Tenho vontade de sair dessa vida. Mas não tenho quem me ajude. Queria ficar internada e me tratar?, desabafou a mulher.

print
Comentários