Os atletas Matheus Diniz Oliveira e Bruno Vieira, das Equipes Paulão Rezende Team e Marcelo Garcia participaram da V Copa Sokko Fight de Jiu-Jítsu sem Kimono. As competições ocorreram no Ginásio Sesi Minas, em Divinópolis, no domingo passado (6) e reuniu cerca de 350 lutadores de várias cidades como Belo Horizonte, Betim, Contagem, Formiga, Piumhi, Itaúna, Araxá, Uberlândia, São Lourenço, Ipatinga e outras.
As premiações variavam entre R$400 e R$1 mil. Matheus Diniz Oliveira (faixa roxa) ? campeão peso e absoluto. O atleta roubou a cena no evento. Ele representou a Equipe Marcelo Garcia, fez quatro lutas em sua categoria intermediário (- 84,900) pegando todos os adversários no arm-drag (pegada pelas costas) e finalizando no mata-leão, exceto na primeira luta.
No absoluto, Matheus Oliveira participou de seis lutas duríssimas contra atletas de nome, um deles foi Phillip ?Girino? da Gracie Barra de Belo Horizonte. Após sair de um triângulo de mão aplicado por Phillip, o lutador logo escapou e finalizou nas costas em menos de dois minutos de combate o irmão mais novo de Rafael Natal ?Sapo? que luta no UFC.
Em outra luta, Matheus enfrentou Rodson Rick. No início da competição, Matheus puxou para a guarda e aplicou um triângulo e esticou o braço de Rodson para sair vitorioso.
?Não tenho nem palavras pra expressar o quanto fiquei feliz em vencer essa competição, não acreditava que poderia vencer o peso e absoluto, mas de luta em luta consegui chegar lá, ser campeão e faturar R$ 600. Finalizei todas as lutas, exceto a primeira da categoria onde venci por 10×0. Depois da competição surgiram vários convites para visitar algumas academias na região e passar uma semana treinando em Belo Horizonte?, disse o atleta.
Matheus Oliveira contou ainda que seu maior sonho é ir para a Califórnia no ano que vem. ?Dar o meu melhor e me tornar campeão mundial pela CBJJ. Já estou renovando meu visto e, em janeiro ou fevereiro ir pra Nova York novamente, para continuar o meu treinamento para o mundial com o professor Marcelinho Garcia?.
Bruno Vieira (Faixa Preta) ficou em 3º lugar na competição. O atleta foi a Divinópolis com uma tripla missão. Uma delas era ser árbitro das lutas, outra competir e, por último, acompanhar e instruir o amigo Matheus Oliveira em suas lutas.
O lutador competiu na categoria avançado (- 84,900) e em sua luta nas quartas de finais, fez 16 x 4 em seu adversário (1 queda, 2 montadas, 1 pegada de costas, 1 passagem) e na semifinal enfrentou o atleta Alessandro da cidade de Piumhi, em uma luta bastante polêmica em relação à arbitragem sobre a pontuação da queda, terminou em 2×2 (raspagem x queda), com isso, Bruno Vieira ficou com a 3ª colocação.
Já no absoluto Bruno enfrentou nas quartas de finais, o forte atleta da Gracie Barra Belo Horizonte, Erick Wanderley, mais tarde campeão absoluto, que após quatro minutos de combate finalizou Bruno no arm-lock (chave de braço).
?Foi um grande evento, muitos atletas bons estavam lutando pela medalha de ouro e premiação. O nível estava alto, categorias lotadas, muitas lutas, todo mundo tava lá com vontade de ganhar?, comentou Bruno Vieira.
O lutador parabenizou Matheus Oliveira por sua atuação no campeonato. ?O Matheus está de parabéns, fez um campeonato perfeito, fez dez lutas em apenas um dia e conseguiu vencer todas, se tornando assim o grande nome da competição, campeão peso e absoluto. Desde que chegou de Nova York, onde estava treinando com o Marcelo Garcia, ele chegou forte, com boas técnicas que estão dando resultado. Ele tem tudo e todos os requisitos para ser campeão mundial em 2012 pela CBJJ?, disse Bruno.
Os atletas contaram com o apoio da Academia Equilibrium, o dentista Silmar Rezende Brasil, Farmácia Popular, SOS Radiadores e MGinaction.
Próxima competição:
A 5a Etapa do Campeonato Mineiro (Finalíssima) ocorrerá em Belo Horizonte, no dia 27 de novembro e alguns atletas da equipe estarão presentes, inclusive Bruno Vieira que já é o grande campeão da faixa preta, categoria meio-pesado. Mais informações doCampeonato Mineiro: http://www.jiujitsuminas.com.br/

Imprimir
Comentários