A 9ª edição do ?Fórum Social Mundial? que aconteceu na cidade de Belém do Pará entre os dias 27 de janeiro e 1º fevereiro contou com a participação de um representante de Formiga. Paulo José de Oliveira, após ser eleito delegado pelo Sindicato dos Trabalhadores em Serviços de Saúde de Formiga ? STSSF participou do evento, levando o nome do município juntamente com mais de cento e oitenta delegados de entidades e movimentos sociais de várias partes do Estado de Minas Gerais.
O Fórum de Belém que reuniu cerca de mais de duzentos mil participantes de todo o mundo, com o lema ?Um outro mundo é possível? e foi realizado nos espaços da Universidade Federal do Pará ? UFPA e da Universidade Federal Rural da Amazônia ? UFRA com eventos distribuídos em tendas temáticas em mini-fóruns, Conferências, feiras e outros espaços reunindo os mais diversos segmentos sociais desde sindicatos, igrejas, ongs, tribos, etnias, entidades de classe, estudantes, minorias, movimentos, políticos, etc.
As solenidades principais ocorreram no Hangar Centro de Convenções e Feiras da Amazônia na UFPA. Só no primeiro dia a passeata e ato pela Amazônia na abertura do evento contou com mais de cem mil pessoas. Com forte esquema de segurança, a capital paraense se preparou e ofereceu ainda aos participantes inúmeros eventos culturais paralelos nos inúmeros espaços turísticos da grande Belém.
Nos cinco dias de Fórum, dominaram a tônica das discussões a Amazônia, as guerras e em especial a da Faixa de Gaza, a posse de Obama nos EUA e a crise econômica atual. Nas temáticas foram discutidas as ações parlamentares, políticas públicas, cultura, educação, saúde, segurança, cidadania, entre outros temas relevantes. Inúmeras lideranças civis, políticas, sindicais e religiosas se revezavam nas falas e condução das discussões.
Além de Lula, presidentes de países vizinhos como Bolívia, Equador, Paraguai, Uruguai e Venezuela e representantes de vários outros países compareceram ao evento. O continente africano se destacou com expressiva presença. O evento foi prestigiado também com a presença dos atores hollywoodianos Brad Pitt e Angelina Jolie, conhecidos por suas ações humanitárias.
O Fórum Social Mundial surgiu contrapondo o Fórum Econômico Mundial de Davos e em especial ao neoliberalismo (construção de reflexões, resistência e mobilização) e vem acontecendo a cada dois anos em cidades e países diferentes, sendo este, o segundo realizado no Brasil. O próximo deverá acontecer no continente Africano.

Imprimir
Comentários