Os líderes de G7 vão se comprometer a distribuir um bilhão de doses de vacinas anticovid-19 aos países pobres com o objetivo de “acabar com a pandemia” até 2022, informou o governo britânico nessa quinta-feira (10).

O anúncio foi feito em comunicado de Downing Street, às vésperas da cúpula do grupo – que inclui Alemanha, Canadá, EUA, França, Itália e Japão, além da União Europeia – que acontece de 11 a 13 de junho na Cornualha.

“Os líderes mundiais devem anunciar que proporcionarão pelo menos um bilhão de doses de vacinas contra o coronavírus, compartilhando e financiando-as”, informou o Reino Unido, que tem a presidência rotatória do grupo.

Segundo a nota, Londres vai doar 100 milhões de doses, enquanto os Estados Unidos já se comprometeram em fornecer 500 milhões de doses. Outras cinco milhões de doses serão entregues por meio do programa internacional Covax.

Os países do G7 também “apresentarão um plano de expansão da produção de vacinas para atingir esse objetivo”, acrescentou.

“Ao vacinar mais pessoas ao redor do mundo, não ajudaremos apenas a deter a pandemia de coronavírus, mas também reduziremos o risco para as pessoas no Reino Unido” ao “reduzir a ameaça representada por variantes resistentes à vacina e encontradas em áreas com grandes surtos”, finalizou o texto.

Fonte: Itatiaia

Imprimir
Comentários