Finalista da Copa do Brasil, o Atlético agora volta o foco para tentar ampliar a vantagem na liderança do Campeonato Brasileiro em um confronto direto contra o Flamengo, neste sábado (30), às 19h, no Maracanã, pela 29ª rodada. O Galo quer aproveitar a turbulência no rubro-negro, que foi eliminado em casa nas semifinais do torneio mata-mata, para emplacar o que seria a quarta vitória seguida sobre os cariocas.

A invencibilidade do Atlético sobre o Flamengo teve início no Brasileirão do ano passado. Na estreia na competição, vitória por 1 a 0, no Maracanã. Na abertura do returno, goleada por 4 a 0, no Mineirão. Nesta temporada, o Galo venceu o rubro-negro por 2 a 1, no Gigante da Pampulha, pela 10ª rodada.

O Galo tenta repetir a sequência de vitórias alcançada entre 2014 e 2015, quando bateu os cariocas em quatro jogos consecutivos: no duelo de volta das semifinais da Copa do Brasil 2014 (4 a 1, no Mineirão), no Brasileirão de 2014 (4 a 0, no Independência) e duas vezes no Brasileirão 2015 (2 a 0, no Maracanã, e 4 a 1, no Horto).

Derrubar mais um técnico?

Com a derrota pesada por 3 a 0 para o Athletico-PR e, consequentemente, a eliminação nas semifinais da Copa do Brasil, o técnico Renato Gaúcho está “balançando”. O treinador chegou a entregar o cargo para a diretoria nessa quinta-feira (28), mas teve o pedido negado.

Como a pressão sobre Renato está grande, dependendo do resultado no Maracanã, o Atlético pode derrubar mais um técnico do Flamengo neste sábado. Seria o terceiro consecutivo. No ano passado, o Galo provocou a demissão do espanhol Domènec Torrent, após o time comandado por Jorge Sampaoli golear por 4 a 0, no Mineirão, pelo Campeonato Brasileiro.

Nesta temporada, o Atlético fez o Flamengo trocar de técnico mais uma vez, após vencer por 2 a 1, no Mineirão, pelo Brasileiro. Rogério Ceni, que havia assumido na vaga de Dome, caiu dias após a derrota para o Galo. No entanto, desta vez, a saída não foi apenas pelo revés para o Alvinegro, mas também por escândalo de bastidores pelo vazamento de áudio de um analista de mercado do clube carioca criticando o ex-goleiro e chamando-o de “pessoa ruim”.

Distância na liderança

Líder do Brasileirão, o Atlético soma 59 pontos, 13 a mais que o Flamengo, que ocupa a quinta posição, com 46. No entanto, o rubro-negro é o adversário direto do Galo na luta pelo título, já que possui dois jogos a menos que os mineiros.

Vitória no Maracanã neste sábado deixa o Atlético com o título Brasileiro encaminhado, pois abrirá 16 pontos na liderança em relação ao Flamengo. Mesmo que os cariocas ganhem os jogos atrasados, a distância cairia para dez pontos.

Em relação ao Palmeiras (vice-líder, com 49) e ao Fortaleza (quarto colocado, com 48), os cariocas têm três partidas a menos. Já comparando com o Red Bull Bragantino (terceiro, com 49), o Fla tem quatro duelos a menos. Desta forma, por aproveitamento, o rubro-negro ocupa a segunda posição e tenta, no duelo deste sábado (30), reduzir a grande vantagem do Galo na ponta.

Fonte: Itatiaia

print
Comentários