Os mais de 40 mil atleticanos que foram ao Mineirão, nesta quarta-feira à noite, saíram do estádio com gostinho de troco no Vasco. O Galo goleou por 4 a 1, devolvendo o placar elástico construído pelos cariocas no turno, em São Januário. Além disso, os cruzmaltinos, que em 2005 selaram a queda dos mineiros para Série B, amargam agora uma real possibilidade de rebaixamento.
O Vasco segue na 15ª colocação, com 37 pontos, mesma pontuação do Náutico, primeiro clube na zona de descenso. Já a equipe atleticana, que venceu pela 1ª vez três partidas seguidas, subiu, pelo menos momentaneamente, para a 10ª posição, com 47 pontos, praticamente se garantindo na Copa Sul-Americana de 2009.
O Jogo
O Atlético foi no ritmo da torcida, com muita movimentação, girando bem a bola e criando boas tabelas no ataque. Logo no começo, Renan Oliveira recebeu cruzamento em ótimas condições na área, mas deixou a bola escapar, facilitando o corte da zaga vascaína.
Com toques rápidos, o Galo demorou apenas dez minutos para abrir o placar. Numa excelente triangulação, Marques lançou Renan Oliveira na área. A revelação atleticana cruzou para Castillo marcar: 1 a 0. Aos 14 minutos, depois de boa jogada de Sheslon, Marques pegou a sobra e bateu por cima da meta.
O Vasco não achou espaços. Em uma das poucas tentativas, num chute de Madson da entrada da área que foi para fora, o goleiro Juninho acabou se machucando. Após o lance, o camisa 1 do Atlético reclamou fortes dores na coluna lombar e teve de deixar o jogo. Édson entrou em seu lugar.
Em outra boa tabela, o Galo ampliou a vantagem aos 31 minutos. Desta vez, Renan Oliveira arrancou da intermediária, tocou para Élton, que devolveu na área. O atacante atleticano acreditou na jogada e deu um belo toque na saída do goleiro Rafael: 2 a 0.
Segundo Tempo
As equipes voltaram com alterações. No Atlético, Marques deu lugar a Pedro Paulo. No Vasco, Eduardo Luiz saiu para a entrada de Leandro Bonfim.
Os cariocas esboçaram uma pressão, mas levaram um ?balde de água fria? aos 12 minutos, quando Pedro Paulo cruzou na área para Castillo. Ele se antecipou ao goleiro, que o derrubou. Pênalti. Leandro Almeida cobrou e fez 3 a 0. Dois minutos depois, Pedro Paulo foi lançado na área e empurrado por Jonílson. Nova penalidade. Leandro Almeida bateu novamente, o goleiro ainda chegou a tocar na bola, mas ela morreu na rede: 4 a 0.
O Vasco diminuiu aos 24 minutos, numa cobrança de falta de Madson, que tentou cruzar, mas o goleiro Édson saiu mal e a bola foi direto para o gol: 4 a 1. Leandro Amaral quase fez o segundo aos 31. Já o Atlético teve uma chance aos 42 minutos, num contra-ataque com Pedro Paulo, que chutou em cima do goleiro. Aos 45 minutos, o lateral atleticano César Prates fez pênalti em Wagner Diniz. Leandro Amaral cobrou com paradinha e isolou a bola para fora. Final 4 a 1.

Imprimir
Comentários