Para vencer a Chapecoense, o Atlético precisou vencer também o cansaço. Ficou evidente na noite deste sábado, na Arena Independência, o desgaste do time alvinegro, por conta da entrega e do excesso de empenho das partidas anteriores. Mas nem por isso faltou raça dos comandados do técnico Levir Culpi. No melhor estilo Galo Forte e Vingador, a equipe ganhou por 1 a 0, com gol de Douglas Santos e no sufoco, alcançando seu terceiro triunfo consecutivo na temporada.
Graças ao resultado positivo, o Atlético diminui para seis a diferença de pontos em relação ao líder do Brasileirão, o Cruzeiro, que tem 56 e encara o Vitória neste domingo, às 18h30, no Barradão. Com mais nove embates ainda pela frente na competição, o Galo e a Massa seguem acreditando no título. E farão de tudo para tornar o sonho em realidade.
A comemoração do lateral-esquerdo Douglas Santos, autor do gol da vitória foi emocionante. Ajoelhado, ele agradeceu a Deus por marcar seu primeiro tento com a camisa preta e branca, em seu nono duelo pelo clube. Mas ele deve ter agradecido também a Guilherme, responsável pela ótima assistência e que vem sendo fundamental na briga pela taça.
O próximo jogo do Atlético será na terça-feira (21), contra o Bahia, às 21h50, na Arena Fonte Nova, na Bahia.

Imprimir
Comentários