Débora Lúcia Fonseca, de 9 nove anos, mora em Arcos e já pode ser considerada evangelizadora de crianças com a ilustração que ela produziu, para ser utilizada no livro da Novena de Natal 2011.
Filha de Zenaido Lima da Fonseca, que já foi secretário em Formiga da antiga pasta de Desenvolvimento Rural e Sustentável, e Elmira Lúcia, aos 3 anos Débora ficou em 1º lugar no concurso de desenho infantil do Banco Itaú.
Para desenhar a capa do livro da Novena de Natal para crianças, a garota não teve trabalho, segundo o pai, ?saiu de primeira?.
Vice-coordenador da equipe de elaboração da Novena de Natal, Zenaido recebeu incentivo do Padre Almerindo, o qual pediu que ele produzisse a capa do livro oficial para adultos.
?Sabendo de suas habilidades, pedi a ele que elaborasse uma capa e a gente enviaria para a aprovação do bispo. Assim aconteceu. Ele produziu vários modelos e o bispo escolheu esta que saiu e assim ficou?, disse o padre que é coordenador da equipe de elaboração da novena. O pároco solicitou que a família arcoense fosse valorizada na produção da capa da revista.
?Sei que ela tem uma capacidade muito grande. Então pedimos a ela para desenhar algo sobre o Natal para ser uma sugestão da capa e assim ela fez. Ficou tão legal que imediatamente aprovamos?, contou o pai da garota
A novena para crianças segundo Padre Almerindo, que também atua como assessor diocesano da Pastoral Catequética, ocorreu pela primeira vez na Diocese de Luz e foi utilizada especificamente com as crianças da catequese. Ele analisa o trabalho de forma positiva: ?A experiência foi boa. Ainda não tinha acontecido este trabalho na diocese, de ter uma novena específica para a catequese. E, graças a Deus, deu certo?.
Segundo Zenaido Fonseca, após a participação na ilustração do livro da Novena de Natal 2011 que foi distribuído para toda Diocese de Luz, (cerca de 45 cidades), Débora já deu um salto na evolução de seus desenhos. A menina agora começou a desenhar mangás, influenciada pelo curso que viu em uma revista sobre a técnica do desenho japonês.
A garota de 9 anos destaca que quando crescer quer ser desenhista, mas enquanto a hora não chega, ela continua colocando em prática o dom que Deus lhe deu.
?Sempre gostei de desenhar, quero continuar desenhando e utilizando este dom nos meus trabalhos da escola?, disse Débora Fonseca.

Imprimir
Comentários