A gasolina vendida nos postos de Minas Gerais é a terceira mais cara do Brasil, perdendo apenas para o Acre e Rio de Janeiro. O Índice de Preços Ticket Log (IPTL) feito com base nos abastecimentos na primeira quinzena de maio em 18 mil postos apontou que o motorista mineiro pagou, em média, R$ 6,00 no litro do combustível. 

De acordo com Douglas Pina, diretor da empresa Endered Brasil, que entre outras atividades realiza pesquisas de preços do setor de mobilidade, o levantamento também mostrou que a região Sudeste segue com a gasolina mais cara do país. “Isso quer dizer que após a somatória dos valores registrados nos quatro Estados o valor médio no Sudeste foi superior as demais regiões. Esse valor é influenciado pelo fato de que a região tem dois Estados entre os três com preço médio da gasolina mais cara do país”, explica.

Por outro lado, o preço do etanol em Minas é um dos mais baratos do país e o segundo mais barato do Sudeste. De acordo com a pesquisa, o preço médio pago pelos motoristas mineiros no início de maio foi de R$ 4,369. 

Pina orienta os motoristas sobre como calcular qual combustível compensa mais para encher o tanque. “O ideal é fazer uma análise mensal considerando os preços atualizados e avaliando o custo por quilômetro de cada combustível. É importante entender quantos quilômetros cada veículo roda com cada um dos combustíveis.”

Fonte: Itatiaia

print
Comentários