A Concessionária Nascentes das Gerais apresentará nesta quarta-feira (16) o projeto da primeira fase de duplicação da MG-050 em Divinópolis, a partir das 14 h, na Câmara Municipal da cidade. O gestor de projetos da Concessionária, Glauco Oliveira, mostrará à população as obras que ocorrerão do bairro Niterói ao acesso da avenida JK, no trecho compreendido entre os quilômetros 120,85 e 123,70.
Nesta primeira fase, serão duplicados 2,85 quilômetros de rodovia, com investimento de R$ 17 milhões. O trecho também receberá vias marginais, interseções em dois níveis, ponte sobre o rio Itapecerica, passagem inferior para veículos/pedestres, passeio e nova sinalização. As obras começam em outubro deste ano e a previsão de término é dezembro de 2011.
A travessia urbana de Divinópolis beneficiará nove mil motoristas que passam diariamente no trecho e uma população estimada de 215 mil pessoas. Glauco Oliveira explica que as obras aumentarão a fluidez do tráfego e tornarão a viagem pelo Centro-Oeste de Minas Gerais mais confortável. ?As intervenções visam melhorar o padrão viário em toda a MG-050. Em Divinópolis, o trabalho acontece em um local bastante movimentado e os usuários sentirão no dia a dia os benefícios?, disse o gestor.
A nova obra integra o pacote de R$ 110 milhões de investimentos que a Concessionária Nascentes das Gerais aporta na rodovia em 2010. Atualmente, a Concessionária Nascentes das Gerais mantém 17 frentes de trabalho ao longo da rodovia para a construção de aproximadamente 21 quilômetros de terceiras faixas em Itaúna, Carmo do Cajuru, Divinópolis, Formiga, Piumhi, Capitólio, Pimenta, Passos e São Sebastião do Paraíso. Também estão em curso as duplicações do perímetro urbano da MG-050 em Mateus Leme, Formiga e da BR-491, em São Sebastião do Paraíso.
O Sistema MG-050/BR-265/BR-491 tem 371,4 quilômetros de extensão e liga Juatuba, na região metropolitana de Belo Horizonte, a São Sebastião do Paraíso, na divisa entre Minas Gerais e São Paulo. É a principal rodovia do Centro-Oeste e do Sudoeste de Minas Gerais. Desde junho de 2007, a malha viária é administrada por meio da primeira Parceria Público-Privada (PPP) do setor de infraestrutura rodoviária do Brasil e desenvolvida pelo Governo de Minas. Até o momento, a Nascentes das Gerais investiu cerca de R$ 180 milhões em todo o trecho.

Imprimir
Comentários