Em menos de um mês, o jornal Nova Imprensa e o portal Últimas Notícias vêm noticiando vários casos de violência em Formiga. Pessoas agredidas, assaltos à mão armada em plena luz do dia e casas invadidas estão se tornando ações rotineiras.
Na terça-feira (5), mais um golpe conhecido por ?saidinha de banco? aconteceu em Formiga. Um funcionário de uma calcinação da cidade de Córrego Fundo foi até uma agência bancária, no centro de Formiga, e sacou R$44 mil. Parece que o homem estava sendo vigiado, porque quando saiu da agência rumo à praça Ferreira Pires, onde estava estacionado seu veículo, foi surpreendido por um indivíduo que o assaltou, levando todo o dinheiro e, em seguida, fugiu em uma moto. A Polícia Militar está apurando o caso.
Na semana passada, quarta-feira (29 de junho), um homem de 79 anos perdeu quase R$ 10 mil em dinheiro quando saía de uma agência bancária. De acordo com a vítima, um indivíduo estava armado e anunciou o assalto, agredindo-o com empurrões e colocando a arma em sua cabeça.
Em decorrência das agressões, a vítima caiu na calçada e o envelope que estava guardado o dinheiro caiu no chão e os R$10 mil se espalharam pelo local. O assaltante conseguiu roubar R$ 9.500 e os outros R$500 foram recolhidos pelo senhor.
Na mesma semana, um idoso, morador do bairro Santa Luzia, caiu no golpe do ?bilhete premiado?. O homem foi abordado por dois indivíduos que disseram ter o tal bilhete e que gostariam de vendê-lo. Diante disso, a vítima dirigiu-se até uma agência bancária, retirou a quantia de R$7 mil e entregou aos indivíduos, que o aguardavam.
Após fazer o ?pagamento?, os indivíduos entregaram para o senhor um objeto dentro de uma meia, dizendo que se tratava do ?tal bilhete premiado?. A vítima ao retirar o ?bilhete? que se encontrava dentro da meia percebeu que eram de blocos de notas promissórias em branco e que havia caído em um golpe.
Não bastasse isso, também, na última semana de junho, uma mulher foi amarrada dentro de casa e roubada por dois indivíduos. A moradora do bairro Quinzinho teve as mãos e pés amarrados e a boca atada por uma fita adesiva. Os suspeitos, armados com um revólver calibre 28, perguntaram à vítima a respeito de uma quantia de R$30 mil que, segundo eles, tal dinheiro se encontrava na residência. Sem encontrar qualquer dinheiro, os indivíduos levaram os documentos da vítima, um DVD, dois cartões de crédito, o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos (CRLV) e o recibo do veículo Gm Vectra.
Também no final de junho, um homem de 41 anos relatou ter sido agredido e roubado por um indivíduo, aparentando ter uns 30 anos, e por mais outros dois. Os ladrões levaram a carteira da vítima com todos os documentos e a quantia de R$400 em dinheiro.
Policiais militares conseguiram localizar um dos suspeitos do roubo. Ele foi preso e confessou a autoria do crime e disse onde estava a carteira da vítima. Porém, o dinheiro não estava mais lá.
Furtos
No sábado (2), policiais militares prenderam um indivíduo acusado de furto. Segundo a PM, ele é um ?velho conhecido? da polícia pela prática deste crime. O indivíduo é suspeito de ter furtado um notebook, uma camisa e até uma cueca.
A polícia militar conseguiu localizar o proprietário do computador pessoal, residente à avenida Dr.Henrique Braga, Centro.
O acusado pelo furto foi preso e conduzido à Delegacia, juntamente com os objetos apreendidos, onde foi realizado o Auto de Prisão em Flagrante.
Na manhã de quarta-feira (6 de julho), uma casa localizada à rua 1º de Maio, no Quinzinho, foi invadida. Ao chegar ao local, uma das proprietárias encontrou a casa toda ?revirada?. Foram levados DVD, som, perfumes e até shampoo. O computador estava desmontado e jogado ao chão. Os suspeitos não foram encontrados.
Esses casos de violência não são isolados e parecem aumentar a cada dia. A população está assustada e pede providências para que se sinta, pelo menos, um pouco mais segura dentro de casa e nas ruas.
A 13ª Companhia de Polícia Militar de Formiga desenvolve alguns projetos de segurança, como a ?Rede de Vizinhos Protegidos?, com o intuito de aproximar a população formiguense dos trabalhos realizados pela Polícia Militar. Também promovem campanhas contra o tráfico de drogas. Porém, a violência continua a crescer, apesar de alguns esforços.
Questionado sobre a onda de violência em Formiga, o sargento Caputo, responsável pela comunicação da corporação militar, respondeu: ?Estamos preparados para enfrentar a situação de violência?. Segundo ele, a PM está aumentando e fortificando o policiamento na cidade.
Combate ao tráfico de drogas
Durante operação de combate ao tráfico de drogas, na terça-feira (5), policiais militares encontraram uma pedra de crack pesando 19 gramas e cinco cartuchos calibre 38, sendo um intacto e quatro deflagrados, além de quatro cartuchos calibre 32, um intacto e três deflagrados.
Foram apreendidos também vários objetos eletro-eletrônicos de procedência duvidosa, além de ser apreendida uma motocicleta Honda CG 150 KS, cor preta, placa HGN-5678, pois havia várias denúncias de que o referido veículo estava sendo utilizado no tráfico de drogas.

Imprimir
Comentários