Os veículos serão direcionados à Patrulha Rural, à Modernização das Regiões Integradas de Segurança Pública (Risps) e Áreas Integradas de Segurança Pública (Aisps), à Coordenação e Controle do Comando e ao Policiamento Ostensivo de Belo Horizonte e interior do Estado e ainda ao Grupamento Especializado em Policiamento em Áreas de Risco (Gepar).
Para a Modernização das Risps e Aisps, serão distribuídas 25 viaturas Fiat Palio para as cidades de Juiz de Fora (Zona da Mata), Uberlândia e Uberaba (Triângulo Mineiro), Montes Claros (Norte de Minas) e Governador Valadares (Leste do Estado).
O Projeto Patrulha Rural será contemplado com 61 caminhonetes 4×4 Ford Ranger, para diferentes municípios. A meta é implantar estratégias específicas de policiamento preventivo nas zonas rurais conforme criterioso planejamento de atuação operacional. O total de beneficiados nos municípios pela Patrulha Rural é de 1 milhão e 200 mil habitantes.
Para o Policiamento Ostensivo Geral serão distribuídas 93 viaturas, sendo 34 Blazeres Chevrolet, 27 Motocicletas Falcon de 400 Cilindradas, 23 motocicletas Tornado de 250 Cilindradas, duas Paratis, cinco Fiats e dois Merivas para reforço do policiamento motorizado na capital e diversas cidades do Interior. Serão contempladas, 18 localidades.
Outras 69 viaturas Ford EcoSport XL serão encaminhadas para uso da Coordenação e Controle do Comando de Belo Horizonte e interior, destinadas a 59 cidades. Os veículos serão usados nas atividades de coordenação e controle realizadas nos níveis operacionais, permitindo aos comandantes o desenvolvimento de atividades operacionais e administrativas (supervisões, visitas, reuniões e encontros

Áreas de risco
Para reforçar a frota do Grupamento Especializado em Policiamento em Áreas de Risco (Gepar), 28 viaturas Blazer serão direcionadas para a execução do policiamento na capital e no interior. O Gepar age na prevenção de crimes, dedicando grande atenção à prevenção sistêmica ao tráfico de drogas ilícitas.
O grupo procura neutralizar a ação de ?gangues? provenientes da articulação do tráfico de drogas, por meio de ações preventivas, participando e motivando projetos sociais que buscam a interação da comunidade com a Polícia Militar e demais órgãos públicos, agindo assim como um ativo promotor da inclusão social.
Atualmente existem 43 grupos Gepar em atuação no Estado, vinte e cinco deles associados ao Programa ?Fica Vivo!?. A instituição conta com um efetivo de mais de 422 policiais militares credenciados para executar as atribuições do Gepar.

print
Comentários