A pedido do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o governo reduziu o horário de verão a partir do próximo ano. Para o TSE, o horário de verão durante as eleições atrapalharia a apuração dos votos por causa da diferença do fuso horário no país.

Em 2014, por exemplo, a divulgação do resultado foi atrasada pelo TSE para esperar o fim da votação no Acre, que por causa do horário de verão ficou com 3 horas de diferença em relação à Brasília.

A alteração já foi publicada no Diário Oficial da União e em 2018, os relógios vão ser adiantados em 4 de novembro, um fim de semana após o segundo turno das eleições, marcado para 28 de outubro.

Neste ano, o horário de verão começou em 15 de outubro e durará até 18 de fevereiro do ano que vem.

 

Fonte: G1 ||

Imprimir

Comentários