O governo federal suspendeu por 120 dias o tempo máximo para contato direto com atendente em SAC (Serviço de Atendimento ao Consumidor). A decisão, publicada no DOU (Diário Oficial da União) nesta sexta-feira (24), foi tomada devido à pandemia de coronavírus. 

De acordo com a regra anterior, o tempo máximo de espera ao consumidor é de um minuto. 

Caso o fornecedor faça alguma alteração nos canais de atendimento ao consumidor, é essencial que haja ampla comunicação à população. Durante o período de suspensão, a prestação do serviço de atendimento ao consumidor deve ser comprovada por meio de relatórios quinzenais que serão apresentados à Secretaria Nacional do Consumidor, quando se tratar de mercado regulado, às agências reguladoras setoriais.

Matéria do R7

Imprimir
Comentários