Dezenas de moradores do Distrito de Boa Esperança, em Formiga, estão indignados em ver que todo o cascalho por eles comprado, há meses, para ser usado na melhoria das estradas, está sendo desperdiçado com a chegada das chuvas.

O material foi acumulado em alguns pontos da estrada, aguardando o serviço que deveria ser feito pelo setor responsável pela manutenção das estradas rurais da Secretaria de Obras.

O problema se repete em pelo menos outras duas comunidades rurais: Nova Zelândia, onde os moradores aguardam o serviço desde fevereiro deste ano e Cerrado onde a espera já dura um ano.

De acordo com a administração municipal, o problema está nas máquinas usadas para o serviço (Patrolas) que estão com defeito e que, por serem de uma marca Chinesa, as peças de reposição não estão sendo encontradas. O setor responsável está buscando alternativas para o problema, mas a situação já se arrasta desde o início desta gestão.

O caminhoneiro, autor das imagens acima, afirma que o problema não se resume ao cascalho que não foi devidamente espalhado nas estradas que estão em péssimas condições e que devem ficar piores com as fortes chuvas que tem caído na cidade. No local, próximo à venda do Mané há uma ponte com encabeçamento danificado. Situação já foi repassada para a Prefeitura faz tempo, mas o problema não foi solucionado. “E para resolver o problema da ponte, não precisa de patrol nenhuma”, comentou o morador.

 

IMPRIMIR