Redação Últimas Notícias 

Cinco jovens foram presos e quatro adolescentes apreendidos, nesse domingo (20), por atearem fogo na residência do suspeito do assassinato do jovem Heitor Venâncio Vilela.

Segundo a Polícia Militar, após atear fogo na casa localizada no bairro Tino Pereira, o grupo teria ameaçado populares para não acionarem as autoridades.

Ainda segundo a PM, todos os jovens com idades entre 20 e 25 anos e os adolescentes com idades entre 14 a 17 anos, são conhecidos no meio policial por tráfico de drogas, porte ilegal de armas, roubos e homicídios.

O grupo foi conduzido para a delegacia.

Imprimir

Comentários