Um grupo pró-Estado Islâmico tem usado uma imagem de Lionel Messi para fazer ameaças de ataques terroristas na Rússia durante a Copa do Mundo de 2018.

O pôster, que mostra o atacante argentino atrás das grades, com uma roupa de prisioneiro e com uma gota de sangue no rosto, começou a ser divulgada nessa terça-feira (24) pela Wafa Media Foundation, uma espécie de porta-voz dos terroristas islâmicos.

Além da imagem de Messi, o cartaz traz a mensagem “vocês estão lutando contra um estado que não tem a palavra fracasso no seu dicionário”, escrita em inglês.

Foto: Reprodução Twitter

Esta não foi a primeira ameaça feita ao Mundial na Rússia. Outro pôster mostra um soldado islâmico próximo ao estádio de Moscou com ameaças aos ‘inimigos de Alá”: “o fogo dos mujahideen (soldados da guerra santa) os queimarão. Apenas esperem”.

A Rússia é um dos principais aliados da Síria no combate ao terrorismo islâmico, juntamente com os Estados Unidos. A Copa do Mundo no território russo será realizada entre os dias 14 de junho e 15 de junho do ano que vem.

 

Fonte: Jovem Pan ||

Imprimir

Comentários