Nesta quarta-feira (9), o presidente Edilson de Oliveira esclareceu os motivos pelos quais o Guarani, Campeão Mineiro do Módulo II, decidiu não participar da Taça Minas Gerais. A reunião foi na segunda-feira (7) na sede da Federação Mineira de Futebol e ficou definido que seis times entrarão na disputa.
Segundo Edílson de Oliveira, o Guarani precisa agora, concentrar seus esforços em se estruturar fora do campo. ?Agora que estamos de novo no Módulo I, temos que nos estruturar. Pensar em mudar várias coisas aqui no Farião, que vai receber jogos maiores, mais importantes e não podemos oferecer a mesma estrutura. Vamos nos concentrar em diversas outras frentes, como a melhoria do estádio, o CT que é um sonho antigo e que esperamos que saia ainda este ano e diversos outros detalhes. Pedimos a compreensão do torcedor quanto a isso, que estamos trabalhando sem parar, para devolver ao Guarani uma estrutura digna de um time que tem 80 anos de tradição? , afirma o presidente.
Desde que assumiu o Guarani, Edílson de Oliveira encontrou um clube a beira do abandono e vem trabalhando para sanar os problemas fora das quatro linhas para que dentro de campo o time possa dar a resposta adequada. ?Não existe futebol profissional sem estrutura, salários em dia, contas equilibradas. Temos que manter aqui fora para que lá dentro as coisas aconteçam. E é isso que estamos fazendo, não vamos agir pelo coração, montar um time caro, assumir dívidas e quando chegar o campeonato não termos estrutura compatível com o Módulo I? disse.
Segundo o presidente, a intenção do clube é começar a montagem do time mais cedo, e até organizar um campeonato comemorativo pelos 80 anos de fundação do clube no final de setembro. ?Estamos vendo essa possibilidade. Quem sabe, fazer o convite a alguns times tradicionais e comemorar o aniversário do Guarani. Mas já com a base do time que irá disputar o campeonato do ano que vem. Não iremos montar o time às pressas em dezembro, pra jogar em janeiro. Nosso planejamento é começar mais cedo e no ano que vem poder manter o futebol o ano todo, porque esse é o nosso pensamento desde que assumimos o Guarani?, finaliza.

Imprimir
Comentários