O brasileiro Felipe Massa foi considerado vencedor do Grande Prêmio da Bélgica de Fórmula 1, disputado no circuito de Spa-Francorchamps, neste domingo. A primeira posição havia sido declarada ao inglês Lewis Hamilton que foi punido após investigações. Os comissários julgaram que o inglês ultrapassou Raikkonen de modo ilegal e acrescentaram 25 segundos no tempo final de prova do piloto.
Após ultrapassar Raikkonen, Hamilton partiu para a vitória debaixo de chuva intensa, que acabou provocando a batida e o abandono do atual campeão mundial, alguns metros depois. Antes disso, os pilotos tocaram seus carros diversas vezes enquanto o líder do campeonato tentava ganhar a primeira posição, então em poder de Raikkonen.
Mesmo com o erro, o líder do campeonato voltou para a pista na liderança e viu o adversário finlandês perder o controle do carro e parar no muro. Hamilton conseguiu levar a McLaren até o fim, mas acabou punido.
Com a vitória na Bélgica, Felipe Massa diminuiu para apenas dois pontos a vantagem de Lewis Hamilton na liderança da temporada. O brasileiro, agora, possui 74 pontos, contra 76 do inglês. Já Kimi Raikkonen, sem pontuar, permanece com 57 pontos ganhos e vê Robert Kubica, da BMW, tomar a terceira posição na classificação geral, com 58. Já o alemão Nick Heidfeld da BMW que terminou a prova, na pista, em terceiro, também superou o inglês depois do acréscimo ao tempo do concorrente e ficou com a segunda posição. Lewis Hamilton ficou apenas com o terceiro posto.

print
Comentários