Um pescador profissional foi detido por militares do 1º Grupamento do 3º Pelotão de Meio Ambiente, nesta quarta-feira (27) em Furnas, pelo crime de pesca irregular.

Os policiais chegaram até o pescador após denúncia anônima informando que ele teria armado redes nas proximidades da desembocadura do rio Formiga. No local, os militares se depararam com o pescador que foi pego em flagrante.

Os militares apreenderam sete redes de tamanhos variados, sem identificação do proprietário, totalizando 535,5 m².

Como havia suspeita sobre a irregularidade no local, uma coordenadora geográfica foi chamada. A profissional constatou que as redes estavam a 428 metros da confluência, entre o Lago de Furnas e o rio Formiga, contrariando assim, a instrução normativa nº 26/2009 do Ibama em seu art. 2º inciso II alínea c, e consequentemente o artigo 34 da lei 9.605/ 1998. Além disso, o local onde as redes estavam armadas é repleto de vegetação aquática densa e o rio recebe grande parte do esgoto sanitário, não tratado, oriundo do município.

O homem assumiu a propriedade das redes, que continham quatro peixes da espécie conhecida por tilápia. Os peixes que  pesavam aproximadamente 4 quilos ainda estavam vivos e foram reintroduzidas ao lago.

Foi lavrado o auto de infração nº 53207/2016 no valor de R$ 10.265,11.

 

Fonte: Polícia Ambiental ||

print

Comentários