Um homem, de 30 anos, foi preso pela Polícia Militar Ambiental após manter um cachorro em situação de extrema magreza e em um cubículo de apenas 3 m². O caso foi registrado em Cataguases, na Zona da Mata, nessa segunda-feira (27).

A polícia chegou até o local após receber denúncia de maus-tratos a animal repassada pelo Ministério Público. Ao chegar no local, os policiais encontraram um cachorro da raça American Staffordshire Terrier muito magro.

Segundo o tenente Carvalho, o cão tinha apenas água, sem qualquer comida. Além disso, o animal vivia em uma área insalubre com forte odor de fezes e urina. Um médico veterinário também esteve no local.

O homem foi encaminhado até o presídio da cidade. Ele também deverá pagar multa no valor de R$ 1.183,20.

O cachorro, por sua vez, ficou na casa sob os cuidados de um familiar vizinho. Além disso, outros cuidadores de animais acompanharão a recuperação do cão, segundo a polícia.

Fonte: O Tempo

print
Comentários