Um homem foi preso nesta segunda-feira (4) por utilizar um drone em área proibida em Brumadinho, na região metropolitana de Belo Horizonte. O equipamento estava na chamada zona quente, ou seja, onde os bombeiros trabalham para encontrar vítimas do rompimento da barragem I da mina Córrego do Feijão.

Segundo o Corpo de Bombeiros, por meio de um radar, é possível detectar a posição do aparelho e do operador. Ainda de acordo com os bombeiros, a operação de drones na zona quente prejudica os voos de aeronaves e pode causar acidentes ferindo os bombeiros. Não foram repassados detalhes do operador preso.

Na terça-feira passada (29), um drone não autorizado caiu na zona quente e quase atingiu uma equipe que realizava trabalhos no local. O operador do aparelho também acabou preso.

Os bombeiros já tiveram que parar as buscas por causa da aproximação de drones não autorizando, prejudicando os trabalhos.

 

 

Fonte: O Tempo ||

print

Comentários