Durante uma operação de rotina da Polícia Militar na zona rural de Ponte Vila, na tarde de ontem, (16) foi encontrado com um motociclista uma mochila onde estavam dois tatus mortos. A documentação da moto e a CRH do condutor estavam em ordem e o mesmo, que atende pelo nome de Robson, afirmou não ser o proprietário da mochila, e sim Ronaldo José, que o acompanhava a cavalo e que, ao ver os PMs abordariam o motociclista, continuou o trajeto.
Os policiais foram até o local de trabalho de Ronaldo, que confessou ter matado os animais com um pedaço de pau, com o intuito de comer a carne. Os animais foram levados até um veterinário que constatou que sua carne era imprópria para consumo.
Ronaldo foi preso pelo crime de matar animal da fauna silvestre.
Foi lavrado pelo BO 5768.

Imprimir
Comentários