Um homem, de 54 anos, foi conduzido até o quartel da Polícia Militar e assinou um TCO. Ele é suspeito de cometer maus-tratos contra um cavalo há vários dias.

O fato aconteceu na rua Teófilo Vilas Boas, no bairro Nossa Senhora de Fátima, em Bambuí.

De acordo com a PM, o suspeito é adestrador e estava deixando o animal preso e sem alimento, pois o mesmo ‘precisava emagrecer’ para ser castrado. Segundo relato de testemunhas, o animal estava sendo deixado amarrado e sem comida, na chuva e no sol.

O descaso do suspeito já vinha acontecendo há vários dias, conforme denunciado por moradores.

Nessa quinta-feira (23) o homem deixou o animal amarrado em uma árvore próximo a um barranco. Em determinado momento o cavalo, que já estava fraco e desidratado, caiu no barranco. Os vizinhos presenciaram a situação e acionaram a PM.

A Polícia Militar localizou o suspeito e o mesmo retirou o animal do barranco. Os ferimentos e o desgaste do animal eram visíveis.

Após assinar o TCO, o homem foi liberado. O cavalo continuou sobre a custódia dele.

(Foto: divulgação TV Bambuí)

 

Fonte: TV Bambuí ||

Imprimir

Comentários