Da Redação 

O Horário de Verão já tem data para se iniciar: será no dia 15 de outubro, com encerramento no dia 17 de fevereiro de 2018.

A medida segundo o Governo Federal terá a duração de quatro meses com projeção de economia no consumo de energia elétrica nas regiões, Sul, Sudeste e Centro Oeste, além do Distrito Federal.

O Horário de Verão será adotado pelo Distrito Federal e pelos estados de Santa Catarina, Paraná, Rio Grande do Sul, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás, Espírito Santo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e São Paulo.

A medida afeta principalmente o consumo de energia no horário de pico, entre 18h e 21h. Na temporada passada, entre o fim de 2016 e o início deste ano, a adoção do Horário de Verão gerou uma economia de R$159,5 milhões devido à redução no uso de termelétricas (usinas que produzem eletricidade mais cara porque usam combustível para funcionar).

A queda no consumo permitiu ao país poupar água dos reservatórios de hidrelétricas.

 Histórico

Esta será a 42ª edição do Horário de Verão no país. A primeira vez ocorreu no verão de 1931/1932. O objetivo é estimular o uso racional e adequado da energia elétrica.

Os dias de começo e término do Horário de Verão foram padronizados por um decreto de 2008. Pelo texto, os relógios são adiantados no terceiro domingo de outubro de cada ano, e voltam à sincronia habitual no terceiro domingo de fevereiro.

 

Fonte: Com portais de notícias ||

Imprimir

Comentários