Na tarde desta quarta-feira (29), a Polícia Militar foi acionada a comparecer à rua Professor Joaquim Rodarte, Centro, onde uma idosa de 69 anos relatou que teria sido abordada por um indivíduo alto, magro, cabelos lisos e pretos e uma mulher loira.
Após dialogarem com a vítima, o casal teria oferecido a ela um bilhete premiado da Tele-Sena, no valor de R$ 100 mil, e alegou que venderia o bilhete por R$ 10 mil.
De acordo com o Boletim de Ocorrência 7811/09, a vítima foi até a agência da Caixa Econômica Federal e alegou problemas de saúde para o atendente, sacando de sua conta o valor estipulado pelos supostos autores. Caindo literalmente no golpe, a senhora entregou o dinheiro para o casal ainda na área central da cidade. Em seguida, a dupla acusada pelo golpe fugiu. A vítima acionou a polícia algum tempo depois, mas aí já era tarde. O golpe já tinha sido consumado e o casal sumiu, não sendo encontrado até o fechamento da edição.
Dicas da Polícia para não cair em golpes
* A ambição desmedida do lucro fácil favorece a ação dos vigaristas. Não se deixe levar por ofertas fabulosas e negócios da China;
* Agências de emprego que cobram taxas antecipadas a pretexto de conseguir excepcionais empregos ou outras vantagens não passam de arapucas disfarçadas. Denuncie.
* Ao fazer negócios com desconhecidos não se deixe levar por referências favoráveis colhidas em fontes igualmente desconhecidas. Procure confirmar as informações recebidas com pessoas de sua confiança;
* Ao investir suas economias em um consórcio, não acredite em todas as promessas do vendedor e leia com atenção o contrato que vai assinar para não se arrepender mais tarde;
* Ao ser procurado por um desconhecido que lhe dá uma notícia trágica, não se precipite. Procure com algum conhecido uma confirmação e não lhe entregue dinheiro em nenhuma hipótese;
* Ao vender qualquer de seus bens, não se impressione com o alto preço ofertado, investigue antes a idoneidade do comprador. Você poderá estar levando dinheiro falso;
* Benzimentos, rezas, e despachos nunca resolveram problemas que a medicina não pudesse solucionar. Denuncie os exploradores da credulidade pública e jamais permita que um deles entre em sua casa com o intuito de lhe cobrar por serviços;
* Caipira ou uma pessoa bem vestida, que o aborda na rua com um bilhete premiado para receber é um malandro que deseja lesá-lo. Chame o policial mais próximo;
* Desconfie sempre de fiscais demasiadamente rigorosos que, rapidamente, se prontificam a quebrar o galho mediante propina – pode se tratar de um malandro. Chame o policial mais próximo;
* Desconfie sempre do providencial mecânico que aparece quando seu carro enguiça na rua sem motivo aparente. É o conto do mergulho;
* Não acredite em honrosas ofertas de compra de lotes de terreno por telefone. Há malandros que vivem a custa do chamado trabalho de macaco, ou seja, conversa fiada pelo telefone para vender terrenos frios;
* Não acredite em Revelações e Profecias feitas por ciganas que apareçam em sua casa. Muitas delas só desejam se apropriar de seus valores. Chame a polícia;
* Evite confiar a guarda ou o transporte de valores a menores ou pessoas inexperientes. Se for obrigado a fazê-lo, alerte-os contra a ação dos vigaristas que agem nos centros bancários;
* Não se deixe levar pelas promessas de curandeiros e charlatões que falam em curas milagrosas. Eles só querem apropriar-se de seu dinheiro em prejuízo de sua saúde;
* Desconfie de negócios muito vantajosos que surgem da noite para o dia;
* Quando estiver transportando valores não se deixe distrair por qualquer motivo;
* Seu carnê foi premiado? Parabéns! Todavia não pague nada a ninguém até certificar-se sobre o resultado do sorteio

print
Comentários