Um erro cometido por uma auxiliar de enfermagem pode ter provocado a morte de uma mulher ,de 80 anos, que estava internada na Santa Casa de Misericórdia São Vicente de Paula, em Campo Belo, no Sul de Minas. A idosa faleceu no dia 20 deste mês e, dois dias depois, familiares registraram um boletim de ocorrência denunciando que a paciente teria recebido glicerina na veia. A Polícia Civil já abriu inquérito para apurar o caso e a auxiliar foi afastada do cargo depois que o hospital reconheceu o erro, segundo a PC.
Conforme a Polícia Civil, a mulher estava internada desde o dia 15 de setembro com complicações no intestino. Uma auxiliar de enfermagem teria administrado uma injeção de glicerina na veia da paciente no lugar do soro. O delegado Edson de Senna está a frente das investigações e aguarda o resultado da necropsia para avaliar se houve erro da funcionária do hospital. Ele solicitou à Santa Casa o prontuário completo do atendimento e, em seguida, vai ouvir todas as pessoas envolvidas no caso. A expectativa é que o resultado do exame seja divulgado nesta quinta-feira (27).
A reportagem entrou em contato com a administração do hospital e foi informada apenas que a auxiliar estava afastada das funções por tempo indeterminado. Segundo a unidade, o diretor está em Belo Horizonte e só ele pode responder sobre o caso.

print
Comentários