Um idoso, de 65 anos, chegou à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Divinópolis com uma cascavel viva enrolada no braço após ser picado por ela nesse domingo (12).

A informação foi confirmada à reportagem do MG1 pelo diretor da UPA, Marco Aurélio Lobão, nesta segunda-feira (13). Segundo Lobão, o paciente, que ainda está internado, disse que estava em um sítio e resolveu pegar a cobra. Após ser picado diversas vezes pelo animal, ele procurou a unidade.

“Ele pegou a cobra numa posição intermediária e a cobra picou a mão dele. Ele chegou na UPA com a cobra enrolada no braço, e ao ser encaminhado para o atendimento, jogou a cobra na área em frente à unidade e foi para a sala de atendimento”, acrescentou Lobão.

O Corpo de Bombeiros foi acionado para resgatar a serpente.

Segundo os Bombeiros, o réptil mede cerca de 1,5 metro. Após ser capturada na UPA a cobra foi levada para o Parque do Gafanhoto.

Ainda conforme os bombeiros, a cascavel tem um veneno neurotóxico, que atua no sistema nervoso e faz com que a vítima tenha dificuldades de locomoção e respiração.

 

Fonte: G1||

Imprimir

Comentários