O projeto “Práticas de redação com uso de escrita criativa” oferecerá oficinas gratuitas para a comunidade externa e interna do campus do IFMG Formiga.

As aulas fazem parte de uma atividade de extensão proposta pela professora Ana Paula Carraro Borges e têm por objetivo desenvolver e aperfeiçoar a capacidade de escrita dos participantes do projeto. Serão disponibilizadas 20 vagas para alunos do IFMG e 10 para a comunidade formiguense. As inscrições podem ser feitas pelo e-mail [email protected]

As oficinas acontecerão a partir do dia 28 deste mês, às sextas, das 15h50 às 17h50, no IFMG – campus Formiga. As aulas serão ministradas pelo escritor formiguense Ariálisson Freitas, que estudou escrita criativa no programa de estudos continuados da Universidade de Stanford (EUA) e lançou recentemente sua primeira obra literária “O Mistério da Mata da Alpineia – Laços de Sangue”. O instrutor irá compartilhar com os alunos um pouco do que aprendeu durante o curso e durante o processo de escrita de sua obra.

As oficinas são destinas a jovens, a partir de 15 anos, e adultos. Durante as aulas, os participantes terão a oportunidade de trabalhar com três gêneros literários: conto, crônica e poesia. A partir da leitura de textos selecionados, eles terão a oportunidade de criar suas próprias composições no gênero escolhido, além de fazerem exercícios de escrita.

O objetivo principal do curso é estimular a produção criativa dos participantes, explica o instrutor. “Muitos estão se preparando para a universidade e só pensam na redação do Enem ou já passaram dessa fase e só se preocupam com a escrita acadêmica. Nosso objetivo é mostrar que escrever também pode ser um passatempo”, comenta Ariálisson.

O instrutor

 Ariálisson Freitas é graduado em Letras pelo Unifor-MG, atualmente mora em Belo Horizonte onde é secretário executivo da Escola de Música da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Participou como organizador e colaborador na antologia “Letras”, publicada em 2007, com a crônica “Matemática das Goiabas”. Foi estagiário da Revista “A Par” entre 2006 e 2008, onde contribuiu como redator até o ano de 2010. Publicou recentemente a obra “O Mistério da Mata da Alpineia – Laços de Sangue” de maneira independente.

 

Fonte: Assessoria IFMG||

Imprimir

Comentários