O Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA) realizou na quinta-feira (23) uma atividade de defesa sanitária animal: captura de morcegos hematófagos em uma propriedade rural no município de Bambuí. 

De acordo com o IMA, a ação teve como objetivo reduzir a população de morcegos visando eliminar perdas de rebanho, controlar a doença e fortalecer o agronegócio. Foram capturados e tratados 44 morcegos. 

As capturas são realizadas por servidores vacinados, treinados e em abrigos identificados pelo produtor e cadastrados no IMA. Na maioria das vezes as capturas são realizadas à noite com a utilização de redes. Depois de capturados e imobilizados, os morcegos recebem aplicação na região posterior da cabeça de uma pasta produzida nos laboratórios do IMA à base de “Varfarina”, substância anticoagulante conhecida como pasta vampiricida. Posteriormente, os morcegos são soltos no mesmo local para retornarem às suas colônias e contaminarem os demais.

Devido ao hábito de lamberem uns aos outros para se higienizar, todos os morcegos da colônia têm contato com a “pasta anticoagulante”. De acordo com o IMA cada morcego tratado elina de 20 a 30 outros morcegos na colônia.

Os morcegos capturados são hematófagos, “vampiros”, alimentam de sangue e são da espécie Desmodus Rotundus, principais responsáveis pela transmissão da raiva para bovinos, equídeos, suínos, caprinos e ovinos.

A transmissão da doença é pela saliva no momento em que mordem os animais para se alimentarem de sangue. Os abrigos preferidos estão em propriedades rurais em cavernas, frutas, furnas, pontilhões, casas abandonadas…

Os trabalhos foram realizados pelos servidores Valdeci e Osvaldo do Escritório Seccional do IMA de Bambuí

Prevenção

O IMA recomenda a vacinação em todo o gado contra a raiva, uma vez por ano, em rebanhos de regiões de baixo risco. E de seis em seis meses, em regiões com alto índice de mortes de animais por raiva e rebanhos com grande número de mordedura de morcegos hematófagos. Para os animais que nunca foram vacinados contra a raiva, a segunda dose deve ser aplicada 30 dias após a primeira vacina. 

Recomenda aos produtores vistoriaram suas propriedades e caso encontre moradas desses morcegos, procurar imediatamente o IMA de sua região.

Fonte: Tapiraí TV

Confira o vídeo da ação:

print
Comentários