Impedidos de fechar BRs, caminhoneiros interditam rodovias estaduais em Minas

Protestos continuam na BR-494, que é de jurisdição da Polícia Rodoviária Militar (PMRv), em Divinópolis, e na MG-050, em Itaúna, Divinópolis, São Sebastião do Paraíso e Passos

Protestos continuam na BR-494, que é de jurisdição da Polícia Rodoviária Militar (PMRv), em Divinópolis, e na MG-050, em Itaúna, Divinópolis, São Sebastião do Paraíso e Passos

Apesar da liminar da Justiça que pedia o fim das interdições nas rodovias federais ter acabado com os principais pontos de manifestação dos caminhoneiros em Minas Gerais, nas BRs 381, 040 e 262, a categoria ainda protesta em duas rodovias estaduais em cinco municípios do Estado.
De acordo com a Polícia Militar Rodoviária (PMR) de Divinópolis, os manifestantes interditaram a BR-494, que é de jurisdição da PMR. Na MG-050, os caminhoneiros passaram a fechar quatro pontos diferentes da rodovia. De acordo com a concessionária Nascentes das Gerais, os pontos de protesto estão só aumentando.
Eles impedem a passagem de veículos de carga no km 87, em Itaúna, também, no km 132, em Divinópolis, além dos kms 343 e 402, respectivamente em Passos e São Sebastião do Paraíso, no Sul de Minas .
Apesar de apenas caminhões serem obrigados a parar, na maioria destes pontos o trânsito está lento para veículos de passeio e ônibus.

print
Comentários

Sobre o autor

André Ribeiro

Designer do portal Últimas Notícias, especializado em ricas experiências de interação para a web. Tecnófilo por natureza e apaixonado por design gráfico. É graduado em Bacharelado em Sistemas de Informação pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais.

Impedidos de fechar BRs, caminhoneiros interditam rodovias estaduais em Minas

Protestos continuam na BR-494, que é de jurisdição da Polícia Rodoviária Militar (PMRv), em Divinópolis, e na MG-050, em Itaúna, Divinópolis, São Sebastião do Paraíso e Passos.

Protestos continuam na BR-494, que é de jurisdição da Polícia Rodoviária Militar (PMRv), em Divinópolis, e na MG-050, em Itaúna, Divinópolis, São Sebastião do Paraíso e Passos.

 

Apesar da liminar da Justiça que pedia o fim das interdições nas rodovias federais ter acabado com os principais pontos de manifestação dos caminhoneiros em Minas Gerais, nas BRs 381, 040 e 262, a categoria ainda protesta em duas rodovias estaduais em cinco municípios do Estado.

De acordo com a Polícia Militar Rodoviária (PMR) de Divinópolis, os manifestantes interditaram a BR-494, que é de jurisdição da PMR. Na MG-050, os caminhoneiros passaram a fechar quatro pontos diferentes da rodovia. De acordo com a concessionária Nascentes das Gerais, os pontos de protesto estão só aumentando.

Eles impedem a passagem de veículos de carga no km 87, em Itaúna, também, no km 132, em Divinópolis, além dos kms 343 e 402, respectivamente em Passos e São Sebastião do Paraíso, no Sul de Minas .

Apesar de apenas caminhões serem obrigados a parar, na maioria destes pontos o trânsito está lento para veículos de passeio e ônibus.

Redação do Jornal Nova Imprensa O Tempo

Comentários

Sobre o autor

André Ribeiro

Designer do portal Últimas Notícias, especializado em ricas experiências de interação para a web. Tecnófilo por natureza e apaixonado por design gráfico. É graduado em Bacharelado em Sistemas de Informação pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais.

Últimas Notícias