Um incêndio de grandes proporções consumiu uma fábrica de tintas numa região industrial de Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, no início da noite dessa terça-feira (3). Catorze viaturas e 33 militares do Corpo de Bombeiros trabalharam no combate às chamas. 

De acordo com o jornal O Tempo, foram cerca de sete horas de intensos trabalhos dos militares do Corpo de Bombeiros, com o local totalmente isolado. As chamas só foram debeladas no início da madrugada desta quarta-feira (4). 

Segundo a capitã Thaíse Rocha, no local houve muitas explosões e até o acesso foi muito difícil. Ela confirmou que não houve vítimas e que outros imóveis não foram atingidos.

“Nossa grande preocupação era um tanque de etanol da própria empresa, que não foi atingido também. Nas empresas vizinhas, havia também tanques de LP, acetileno, mas conseguimos controlar e isolar o incêndio apenas na edificação enorme que ficou queimada”, explicou a capitã ao O Tempo.

A fábrica de tintas Graal fica na rua Gracyra Resse de Oliveira, no bairro Jardim Piemonte, às margens da BR-381. A empresa foi destruída.

De acordo com os bombeiros, pelo menos uma tonelada de resina  foi queimada. Foram muitas explosões e uma fumaça tóxica tomou conta da região. Os militares só deixaram o local quando não havia risco de novos focos de incêndio.

As causas do incêndio serão investigadas. Nenhum representante da fábrica foi encontrado no local.

 

Fonte: O Tempo ||
Imprimir
Comentários