Um novo ataque a ônibus registrado na Região Metropolitana de Belo Horizonte terminou com uma vítima gravemente ferida. Os criminosos atearam fogo no coletivo e não permitiram que o motorista descesse. Ele teve 60% do corpo queimado e está internado em estado grave no Hospital Pronto Socorro João XXIII. O caso aconteceu no fim da noite desse domingo (22), em Contagem.

De acordo com o Polícia Militar, o condutor do ônibus que faz a linha 7150 (Novo Riacho/Inconfidência) contou que seguia para o ponto final quando foi abordado por quatro homens, sendo um deles armado com um revólver calibre 38. O suspeito carregava um galão com líquido inflamável.

Os indivíduos não deixaram o motorista desembarcar do veículo e incendiaram o coletivo com o homem dentro, na rua Colúmbia, altura do número 700. Em seguida, o quarteto entrou em um Fiat Palio e fugiu em direção a BR-381. Testemunhas que presenciaram a cena ajudaram a controlar as chamas para socorrer o motorista. O Corpo de Bombeiros foi acionado, mas o fogo já estava debelado.

O ônibus ficou parcialmente destruído, sendo que o incêndio atingiu somente a parte da frente do veículo.

Rastreamento foi realizado na região, mas nenhum dos suspeitos foi localizado. A PM informou que os criminosos não fizeram nenhuma reivindicação ou deixaram bilhete explicando o motivo do crime. O caso foi encerrado para a 6ª Delegacia de Contagem e será investigado pela Polícia Civil.

Ataques

Na última sexta-feira (20), um ônibus foi incendiado no Anel Rodoviário, no bairro São Francisco, na Pampulha. O crime foi cometido por três homens, sendo um deles armado. O ataque ocorreu no coletivo da linha 8350 (Estação São Gabriel/Estação Barreiro). Na semana passada foram três ataques e, desde o início do mês, ao menos seis ônibus foram incendiados por vândalos.

(Foto: Hoje em Dia)

Imprimir

Fonte:

Hoje em Dia