Na manhã desta quinta (8), policiais militares compareceram à sede da nova estação de tratamento de esgoto de Arcos (ETE), onde foram informados pelo secretário municipal de Meio Ambiente que todos os cabos de eletricidade que ligam o padrão de energia, o painel da bomba e a própria bomba, haviam sido cortados e subtraídos. A ação criminosa vai impossibilitar o funcionamento de toda a estação, causando grande prejuízo à população arcoense. 

No local, foi observado que a cerca lateral também havia sido cortada e vários pedaços de cabos de energia estavam espalhados pelo chão.

O secretário também contou aos policiais que havia notado, na manhã de quarta-feira (7), uma tentativa de arrombamento através do portão principal da ETE, mas não imaginou que os vândalos pudessem atuar de forma tão hostil e danosa. 

O plantão da perícia técnica da Polícia Civil foi acionado, mas informou que o trabalho pertinente seria feito posteriormente.

Fonte: Portal Arcos

print
Comentários