A partir de 5 de agosto, os interessados em obter uma bolsa do Programa Universidade para Todos (ProUni) podem se inscrever por meio do site do programa.

Serão oferecidas as bolsas remanescentes do programa, o que significa mais uma chance para quem não foi contemplado nas primeira e segunda chamadas, além da lista de espera.

A disponibilidade dessas vagas, voltadas ainda para o segundo semestre do ano, acontece por desistência dos candidatos pré-selecionados ou falta de documentação, por exemplo.

Alunos matriculados nas instituições de ensino superior podem se inscrever até 30 de setembro. Já para os estudantes não matriculados, o prazo é menor e vai até 16 de agosto.

Diferentemente do processo seletivo regular, nesta etapa não há chamadas ou nota de corte diária e a ocupação das bolsas é feita por ordem de inscrição. Ao concluir a inscrição, a bolsa automaticamente é reservada ao candidato.

Aqueles que forem selecionados deverão comparecer à instituição de ensino nos dois dias úteis subsequentes ao da inscrição para comprovar as informações prestadas. Caso a ocupação não seja confirmada, a bolsa volta a ficar disponível no sistema para nova inscrição.

Podem concorrer às bolsas remanescentes do ProUni:

Continua depois da publicidade

  • brasileiros sem diploma de curso superior e que tenham participado de qualquer edição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir de 2010, com nota superior a 450 pontos e sem ter zerado a prova de redação;
  • professores da rede pública de ensino, no efetivo exercício do magistério da educação básica e que não tenham participado do Enem podem se inscrever às bolsas de estudo em cursos de licenciatura.

O edital com o cronograma e demais procedimentos está disponível para consulta no Diário Oficial da União (DOU), edição publicada no dia 26 deste mês.

 

 

Imprimir

Fonte:

Mais Educação