O concurso do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), um dos mais esperados pelos ?concurseiros de plantão?, será no segundo domingo deste mês, no dia 12 de fevereiro.
Inicialmente, candidatos que residem nas cidades de Formiga, Itapecerica, Bambuí, Bom Despacho, Cláudio, Oliveira, Itaúna, Passos, Monte Santo de Minas, Nova Serrana, São Sebastião do Paraíso, Pintangui, Cássia e Piumhi fariam as provas para perito médico previdenciário e técnico do seguro social no município de Divinópolis, onde está localizada a Gerência Executiva do INSS na região. Residentes em Mateus Leme também teriam que fazer as provas em Divinópolis, pois a cidade está ligada à Agência da Previdência Social de Itaúna.
Porém, houve uma mudança, pois o local onde seriam aplicadas as provas não poderá mais sediar o concurso. A Fundação Carlos Chagas (FCC), responsável pela organização do concurso, transferiu a realização da prova para Formiga, no Unifor, que está localizado à avenida Dr. Arnaldo de Senna, 328, no bairro Água Vermelha.
A secretária-geral do Unifor, Rosana Guimarães Silva Freitas, não soube informar o motivo da mudança do local. Também a reportagem não conseguiu contactar a FCC, para esclarecer o assunto.
De acordo com Rosana Freitas, a comissão organizadora do concurso do INSS da Fundação Carlos Chagas disse que 2.414 candidatos farão as provas no domingo 12, no Centro Universitário de Formiga. Para aplicar as provas foram recrutados 150 fiscais de sala e 20 auxiliares, segundo informou a secretária-geral.
A confirmação da data e as informações sobre horários e locais serão divulgadas oportunamente por meio de comunicado a ser publicado no Diário Oficial da União e Edital de Convocação que estará disponível no site da Fundação Carlos Chagas (www. concursosfcc.com. br) e por meio de cartões informativos que serão encaminhados aos candidatos por correio eletrônico (e-mail). Para tanto, é fundamental que o endereço eletrônico constante no formulário de inscrição esteja completo e correto.
A aplicação das provas objetivas para o cargo de perito médico previdenciário será no período da manhã, e para o cargo técnico do seguro social, no período da tarde.
O candidato pode concorrer aos dois cargos, mas deverá optar pela mesma Gerência Executiva (cidade de realização das provas).
Para o cargo de técnico é exigido certificado de conclusão de curso de nível médio (antigo segundo grau) ou curso técnico equivalente. Para perito é exigido diploma de conclusão de curso de graduação de nível superior em medicina e registro regular no Conselho Regional de Medicina.
Para o cargo de perito médico previdenciário a seleção será realizada por meio de provas objetivas e de títulos; para o cargo de técnico do seguro social a seleção será realizada por meio de provas objetivas.
Os candidatos ao cargo de técnico farão provas de conhecimentos gerais nas disciplinas de ética no serviço público, regime jurídico único, noções de direito constitucional, língua portuguesa, raciocínio lógico e noções de informática, além de prova de conhecimentos específicos, relacionados à legislação previdenciária.
Para perito as provas de conhecimentos gerais terão língua portuguesa, ética no serviço público, noções de direito constitucional e noções de direito administrativo. Haverá ainda prova de conhecimentos específicos.
Para ambos os cargos, as provas objetivas terão caráter eliminatório e classificatório, sendo considerados eliminados os candidatos que não obtiverem, no mínimo, cumulativamente, 30% de acertos na prova de conhecimentos gerais; 30% de acertos na prova de conhecimentos específicos; 40% de acertos no total de ambas as provas.
O concurso o INSS teve 916.219 mil inscritos, sendo 904.459 para 1,5 mil vagas de técnico do seguro social e 11.760 mil para 375 vagas de perito médico previdenciário. Em Minas Gerais, 88.942 candidatos se inscreveram para o processo seletivo.
As vagas do concurso são distribuídas nas Agências da Previdência Social nos 26 estados e Distrito Federal. Não há vagas para a cidade de Formiga. No caso dos médicos, o salário chega a R$ 9.070,93. Para os técnicos, a remuneração alcança R$ 4.496,89 com gratificações e auxílio alimentação.

Imprimir
Comentários