Usuários das redes sociais se juntaram nesta sexta-feira (16) para pedir a prisão da enfermeira goiana que apareceu em vídeo espancando um cão da raça yorkshire. O cachorro morreu após ser maltratado na frente de uma criança de três anos. Na lista de termos mais disseminados na rede estão as tags #CamiladeMouraPresa e #CamiladeMouraMorta.
A enfermeira de 22 anos foi filmada enquanto batia no animal com um balde, além de jogar e chutar o cachorro. O vídeo foi encaminhado à polícia, que investiga o caso e podei indiciar Camila não só pelos maus tratos ao animal, mas também ao constrangimento a que a criança foi submetida.
Acompanhada do advogado, Camila compareceu à delegacia e, em depoimento informal, afirmou que estava estressada com o animal, que dava muito trabalho.
O caso também foi encaminhado ao Ministério Público. Com as acusações que ela enfrenta, a enfermeira pode ser condenada não só ao pagamento em cesta básica, mas também a prisão de até três anos e meio.

IMPRIMIR