Um homem matou a facadas nesta terça-feira uma menina de 11 anos e um adulto, antes de provocar a própria morte com um ferimento com arma branca, e depois de deixar várias pessoas feridas na cidade de Kawasaki, a 20 km de Tóquio.
As crianças aguardavam pelo ônibus escolar quando o agressor apareceu, em silêncio.

“Com uma faca em cada mão, ele saiu de um supermercado e atacou as crianças, uma por uma, na fila”, afirmou Teiko Naito, diretora da escola do ensino básico do grupo “Caritas Gakuen”, uma instituição católica, em entrevista coletiva.

Uma menina de 11 anos e um funcionário público de 39, pai de uma aluna, morreram no ataque. Dezessete pessoas ficaram feridas, a maioria crianças.

O ataque, um acontecimento raro no Japão, país considerado muito seguro, aconteceu pouco antes das 8H00 locais.

A imprensa local afirmou que o suposto agressor, um homem de aproximadamente 50 anos, faleceu após se ferir de forma proposital com a faca.

“É uma dor horrível”, declarou Tetsuro Saito, diretor do grupo escolar. “Rezo com todo meu coração pelos falecidos e desejo que os feridos se recuperem o mais rápido possível”, completou.

“Os alunos sofreram em suas almas feridas profundas. Vamos fazer o possível para oferecer ajuda médica”.

“É um caso verdadeiramente atroz. Sinto uma grande raiva. Expresso meus sinceros pêsames às vítimas e espero que os feridos se recuperem rapidamente”, declarou o primeiro-ministro japonês Shinzo Abe.

 

Fonte: Estado de Minas||https://www.em.com.br/app/noticia/internacional/2019/05/28/interna_internacional,1057228/japones-ataca-a-faca-criancas-na-fila-do-escolar-3-mortos-17-feridos.shtml

Imprimir

Comentários