O jornalista canadense Declan Hill revelou à revista alemã Der Spiegel que o jogo entre Brasil x Gana, válido pelas oitavas-de-final da Copa do Mundo de 2006 foi fraudado por uma máfia que atuaria no ramo de apostas ilegais.
Segundo Hill, o responsável pelo processo seria um tailandês, que está no ramo há 15 anos. De acordo com a denúncia do jornalista, os apostadores teriam investido uma grande quantia na vitória brasileira sobre os ganeses, e que essa vitória seria por mais de dois gols de diferença.
O tailandês teria usado um jogador da seleção de Gana como o intermediário. A partida terminou em 3 x 0 para os brasileiros. Por questões de segurança, Hill não quis divulgar o nome do mafioso.
Segundo a Spiegel, o jornalista manteve contato com asiático antes da Copa da Alemanha. Ele teria relatado, inclusive, fraudes nos Jogos Olímpicos de 2004, além de deduzir resultados antes das partidas começarem no Campeonato Alemão.
O canadense afirmou que, antes da partida entre Brasil e Gana, recebeu uma ligação do mafioso que confirmou que a seleção africana perderia por, no mínimo, dois gols de diferença.

Imprimir
Comentários