O Tribunal Regional do Trabalho em Minas Gerais (TRT-MG) decidiu considerar feriado a próxima sexta-feira (28), por causa do anúncio de greve geral, em protesto contra as reformas trabalhista e da Previdência.

Portaria publicada pelo órgão público justifica a decisão em face da paralisação do transporte público, da “expectativa de ocorrência de manifestações sociais de grandes proporções e a necessidade de se preservar a segurança dos magistrados, advogados, servidores, estagiários e jurisdicionados”.

A portaria, assinada pelo presidente do Tribunal, Júlio Bernardo do Carmo, e pelo corregedor Fernando Antônio Viegas Peixoto, informa ainda que “casos urgentes serão atendidos em regime de plantão”.

Ainda segundo a portaria, “os prazos que venceriam nesta data (28 de abril) ficam prorrogados para o primeiro dia útil seguinte”.

Segundo o jornal Estado de Minas, a informação do Tribunal sobre as audiências agendadas para sexta é de que as mesmas serão remarcadas de forma a causar o menor dano ao jurisdicional.

 

Fonte: Estado de Minas ||http://www.em.com.br/app/noticia/politica/2017/04/26/interna_politica,865124/justica-do-trabalho-suspende-audiencias-por-causa-da-greve-geral.shtml

print

Comentários