Dados do Índice Firjan de Desenvolvimento Municipal (IFDM) divulgados em 28 de junho apontam que o município de Lagoa da Prata teve o melhor desempenho de desenvolvimento municipal na região Centro-Oeste de Minas.

O levantamento da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan) tem base em informações levantadas em 2016. Segundo a Prefeitura do município de pouco mais de 50 mil habitantes, o objetivo é ampliar ainda mais seu desenvolvimento.

A Prefeitura do município, que também ocupou a 5ª colocação no ranking estadual, explicou por meio de nota, que considera fundamental manter e ampliar os bons índices na saúde, educação e geração de emprego do município. Para isso, a Prefeitura afirmou que empreendimentos estão sendo ampliados e há ações contínuas sendo desenvolvidas – embora não tenha listado quais.

No ano passado, a cidade chegou a ocupar o 2º lugar no ranking estadual do mesmo índice. A Prefeitura credita o bom desempenho à população. Na nota, o município afirma que o lagopratense possui “uma vocação para o empreendedorismo e para o cooperativismo”.

Além disso, a Prefeitura afirma que a cidade possui uma economia diversificada e um setor de comércio e serviço atuantes, além de um crescimento acentuado na construção civil.

Quanto ao desenvolvimento de Lagoa, o município afirma que aplica um projeto de desenvolvimento sustentável, com manutenção e investimento permanente em saúde, educação, meio ambiente e no estímulo a geração de emprego e renda do município.

O desenvolvimento destas políticas tem reflexo direto na construção do futuro de uma cidade e o projeto principal é proporcionar condições consideradas essenciais para o desenvolvimento do cidadão.

O estudo

O IFDM é um estudo que acompanha anualmente o desenvolvimento socioeconômico de todos os municípios brasileiros nas áreas de educação, emprego e renda e saúde.

Criado em 2008, ele é feito exclusivamente com base em estatísticas públicas oficiais que são disponibilizadas pelos ministérios do Trabalho, Educação e Saúde. A avaliação dos municípios varia de 0 a 1. Quanto mais próximo a 1, maior o desenvolvimento.

 

Fonte: G1||

Imprimir

Comentários