O leilão pela virgindade da brasileira Catarina Migliorini terminou às 9h desta quarta-feira (24). O lance mais alto foi dado foi no valor de U$S 780 mil, o equivalente a mais de R$ 1,5 milhão. Na manhã desta quarta, a poucas horas do fim do leilão, seis pessoas disputavam a virgindade da garota. Os lances foram alternados entre os seis: três americanos, um australiano, um indiano e um japonês. O japonês foi o autor do lance mais alto.
O site foi divulgado no dia 15 de setembro e a data prevista para o fim do leilão era 15 de outubro. Porém, o prazo foi extendido em 10 dias e os lances terminaram às 22h do Australian Eastern Standard Time [hora da região leste australiana], equivalente às 9h pelo horário de Brasília.
De acordo com o regulamento, a primeira noite de Catarina está prevista para ocorrer 10 dias depois do fim do leilão, no dia 3 de novembro.
A garota é natural de Itapema, em Santa Catarina, e está em Bali, na Indonésia, para participar de um projeto que prevê o leilão e a gravação de um documentário sobre a preparação para o momento.
A primeira vez está prevista para ocorrer durante um voo que partirá da Austrália ou Indonésia para os Estados Unidos. Entre as regras que devem ser obedecidas pelo ganhador está o uso de camisinha obrigatório. Ele também não pode me beijar, não pode realizar nenhuma fantasia nem fetiche, nem usar nenhum brinquedo, explica ela. O ato também não vai ser filmado, diz.
Entenda o caso
Catarina Migliorini tem 20 anos e decidiu se inscrever em um concurso há dois anos. O produtor australiano Justin Sisely logo chamou a menina, então com 18 anos, para fazer um teste em vídeo. Depois, ela foi a escolhida para participar do projeto.
Em entrevista, a catarinense falou que decidiu tudo no impulso. Eu era novinha e por ser virgem decidi me candidatar. Era uma oportunidade de viajar, conhecer novas culturas, mas não esperava uma resposta. Quando o diretor me escolheu, fiquei super feliz e decidi ir até o fim, diz.
As filmagens do documentário começaram há cerca de um mês. O vídeo vai registrar a história da jovem e os preparativos para o leilão, até o dia em que deve ocorrer sua primeira noite. Eles filmam meu dia a dia, meu novos amigos, eu falando com a minha mãe, minhas reações, explica Catarina. O documentário ainda não tem previsão de lançamento.

Imprimir
Comentários