A partir deste ano, mais de sessenta redes de fast-foods de todo Brasil passarão a divulgar informações nutricionais dos alimentos comercializados. Na embalagem, devem conter obrigatoriamente o valor energético e as quantidades de carboidratos, proteínas, gorduras totais, gorduras saturadas, gorduras trans, fibra alimentar e sódio.
A ação é resultado do Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) firmado entre a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), o Ministério Público Federal de Minas Gerais e a Associação Nacional de Restaurantes. De acordo com o documento, as informações devem estar legíveis e em locais de fácil acesso pelos consumidores.
A rotulagem nutricional é extremamente importante para que o consumidor possa controlar sua alimentação de maneira mais equilibrada e saudável. Ela proporciona a possibilidade de um consumo consciente dos alimentos, com base na observação na ingestão calórica e de nutrientes, além de ajudar pessoas que possuem restrições alimentares a se orientar melhor.
As informações podem ser expostas nos cardápios, em folders ou no próprio site da empresa. Os estabelecimentos que assinaram o Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) têm o prazo de 180 dias para se adequarem às regras do acordo.
Regulamentação
O uso das informações nutricionais obrigatórias nos rótulos dos alimentos e bebidas embaladas está regulamentado no Brasil desde 2001. E esta se deu devido à crescente demanda da sociedade por informações confiáveis acerca dos produtos, o que exigiu esforços do governo e setor produtivo para implantação de uma efetiva rotulagem nutricional de alimentos. Com o objetivo principal de promover a alimentação saudável e estratégia para a redução do risco, principalmente de doenças crônicas não transmissíveis.
Em decorrência disto a A.S.sistemas abraçou a causa e desenvolveu o software Dietpro Rotulagem para auxiliar as indústrias de alimentos a elaborar as informações nutricionais presentes nos rótulos de alimentos e bebidas, conforme as normas estabelecidas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Para maiores informações sobre estes produtos acesse o site:www.dietpro.com.br

Imprimir
Comentários