As escolas da rede municipal de Formiga contarão com um reforço para auxiliar estudantes com dificuldades de aprendizagem.

No dia 4 deste mês foi instituído, por meio da lei municipal nº 5.387, o Programa Municipal de Intervenção Pedagógica (Promip) que tem como objetivo garantir assistência a estudantes com dificuldade de aprendizagem por meio de reforço escolar, sendo um tempo de aula além do ensino regular.

Por meio do Promip, o aluno terá acesso a mais horas de aprendizado e de estudo, nas matérias de português e matemática. “Com isso, serão sanadas as principais dúvidas dos estudantes a respeito dos conteúdos com dificuldade de aprendizagem, proporcionando a eles a oportunidade de ter uma melhor formação”, informou a Secretaria de Educação e Esportes.

O programa foi idealizado pelo secretário de Educação e Esportes e vice-prefeito Cid Corrêa.

De acordo com Cid, no ano passado, primeiro ano de execução do projeto, implantado em 14 escolas do ensino fundamental do município, tanto na zona urbana quanto na zona rural, foram atendidos 510 alunos. Destes, 207 alcançaram satisfatoriamente os objetivos propostos e foram nivelados ao desempenho satisfatório esperado para a série na qual estão matriculados “Isso corresponde a 40% de alunos que apresentavam algum tipo de defasagem na aprendizagem nas unidades de ensino municipais e que conseguiram, por meio do Promip, melhorar o desempenho em relação ao conteúdo proposto para o ano de estudo”.

De acordo com a Secretaria de Educação, os 303 alunos restantes ainda estão integrados no programa no ano de 2019 e os trabalhos já estão em andamento. “São 14 professores, pedagogos, diretores e equipe pedagógica da Secretaria de Educação e Esportes, todos engajados para oferecer o melhor ensino aos estudantes”.

“O professor do Promip é uma força auxiliar na formação dos nossos alunos. O aluno passa a visualizar os conteúdos de forma diferente, de forma mais abrangente, com toques e dicas que normalmente não há tempo para mostrar nas salas regulares”, explicou o secretário.   

 

 

 

Fonte: Secretaria de Educação||

Imprimir

Comentários