Na quinta-feira (4), foi retomada a limpeza da Lagoa do Fundão. Os serviços, que estavam sendo feitos pela empresa Cangeré, contratada por Furnas Centrais Elétricas, foram paralisados dias antes do Natal.

Agora, a Prefeitura de Formiga firmou uma parceria com a Associação Regional de Proteção Ambiental (Arpa) e quem está dando seguimento aos trabalhos é a Translagam, de Divinópolis.

Assim como na parceria com Furnas, conforme explicou a secretária de Gestão Ambiental, Giovana Borges, a Prefeitura não terá gastos com a limpeza. “Estamos disponibilizando dois servidores para auxiliarem nos serviços. A secretaria também está se responsabilizando pelo transporte do material retirado da lagoa até a fazenda da Prefeitura, onde o material, que é orgânico, está sendo utilizado para compostagem”, explicou.

A limpeza começou no dia 7 de novembro do ano passado e ainda não há uma previsão para término. Segundo a secretária, a Translagam está trabalhando na retirada de taboas nas margens da lagoa e de algas que estavam tomando conta de toda a superfície da água.

“Uma escavadeira hidráulica está fazendo a remoção das taboas e um barco está retirando as algas. Para efetuar o serviço, o barco leva um rastelo amarrado a um cabo de aço para dentro da lagoa. Quando o rastelo está no lugar desejado, um trator começa a puxá-lo para fora d’água, trazendo com ele as algas”, explicou.

Essa foi a segunda paralisação dos serviços. No dia 17 de novembro, os trabalhos foram paralisados para a realização de reparos no motor de popa do barco utilizado pelos funcionários da empresa Cangeré. Uma semana depois, os serviços foram retomados.

print

Comentários