As listras das zebras podem não servir apenas para diferenciar esses animais dos cavalos ou mesmo só para recurso de camuflagem ? na tentativa de escapar de predadores.
Biólogos divulgaram nesta quinta-feira (9) que as listras também são úteis para afastar insetos, que atrapalham os animais durante a alimentação, além de transmitir doenças.
De acordo com artigo publicado no ?Journal of Experimental Biology?, as mutucas, moscas que têm uma mordida dolorosa e podem causar necrose na pele de mamíferos, seriam menos atraídas pelas listras, pois buscam animais com pele totalmente escura.
Negro com listras brancas
A comprovação ocorreu durante testes realizados em um campo de Budapeste, na Hungria. Cavalos brancos e negros foram colocados juntamente com espécimes de zebras em uma região com presença de mutucas.
Os pesquisadores ficaram surpresos ao descobrir que o modelo listrado foi o que menos atraiu as moscas. A equipe da Suécia e da Hungria verificou então que a zebra pode ter desenvolvido suas listras justamente para este tipo de proteção (evolução).
Eles sugerem que, durante o desenvolvimento dos embriões desta espécie, a pele totalmente escura ganha listras brancas antes do nascimento.

Imprimir
Comentários